DJ Raidi Rebello

A Lenda viva da música eletrônica no norte do Brasil

DJ Raidi Rebello

Raidi Augusto Rebello de Souza começou a se tornar uma lenda na Dance Music desde a pré-adolescência. Quase sempre era visto, aos 14 anos de idade, com LPs debaixo do braço a caminho de uma festinha ou reunião de amigos. Em 1978 iniciou sua carreira meteórica profissional na boite Mid Som, de onde, logo em seguida partiu para Black Laser - no Rio Negro Club - de onde foi convidado a ser residente na Boite Uirapuru, no tropical Hotel Manaus. Ali, comandou a noite em Manaus até sua saída em 1985. A seguir, implantou uma gigantesca danceteria nos salões do tradicional Cheik Club, um grande clube do centro da cidade, onde disseminou a linguagem do Hip Hop, House e Euro Dance, aliados a mais alta tecnologia de equipamentos de som e iluminação. Incentivou a criação de equipes de dança e de som, e influenciou decisivamente na cultura dos jovens manauaras que hoje ainda homenageiam com super lotações, suas live P.A.s, onde quer que se apresente em Manaus!

Foi o primeiro a montar um estúdio de alto nível, com equipamentos totalmente digitais, produzindo projetos regionais, como "Valores da Terra", centenas de gravações independentes e produções próprias. Também foi o primeiro DJ do norte e nordeste a lançar uma coletânea de discos que levavam sua assinatura, onde apontava e selecionava os hits que bombavam nas pistas. Ao todo foram sete discos com o nome de "Dance Mix" que, ainda hoje, aquecem as festas de Flash Backs que se espalham por Manaus e regiões vizinhas.

Quando sacou que os Flash Backs poderiam criar um novo momento no mercado, Raidi, com apenas duas horas do programa semanal "Túnel do Tempo", levou Manaus de volta aos Anos 70. Ressuscitou astros como Tina Charles, Low Rawls, Billy Paul e até o inesquecível Barrabas e virou campeão de audiência junto aos "quarentões" que curtiram a era Disco. Não demorou muito para Manaus viver a febre das festas recheadas com os hits dos Anos 70. E surpreendeu a todos com performances e edições de video clips raros, apresentando em telões de alta definição, os artistas que fizeram história naquela década.

Costumeiramente convocado para shows no interior do Amazonas e em Estados vizinhos, Raidi se caracteriza nas suas apresentações pela utilização de efeitos de áudio e vídeo projetados em gigantescos telões de forma sincronizada e instigante. O que se diz, é que sua performance é algo verdadeiramente diferente das exibições tradicionais de outros DJs. Sempre atento às novidades, o DJ continua como referência N°1 no Amazonas

No tempo das pick ups, das fantásticas MK2, ele já era referência da Dance Music no Norte do Brasil. Seus bailes, com som e iluminação de tecnologia de ponta, marcaram gerações por apresentar o que mais de inovador era lançado no mercado. A tecnologia avançou, e com ela Raidi Rebello. Hoje, os equipamentos do DJ representam o que há de melhor na era digital de áudio e vídeo, pois para se manter atualizado, Raidi não mede investimentos nesse segmento. No show de FatBoy Slim, no mês de janeiro de 2008, em Manaus, Raidi impressionou com uma performance única, mixando áudio e imagens com os poderosos DVJ 1000 e Mixer DJM 800 Pioneer, além de editar vídeos (ao vivo!) com o raríssimo software Tokyo Motion Dive, o mesmo utilizado nos melhores clubs do Japão. Raidi Rebello se coloca à frente da maioria dos DJs do Brasil. Em pouco mais de 30 anos de carreira, introduziu a técnica de mixagem e formou várias gerações de DJs. Pode-se dizer que 80% dos profissionais da área em Manaus passaram direta ou indiretamente por suas orientações e cursos ou, se inspiraram ao ouvir seu programa de rádio Dance Mix